Cronologia de Sintra 1990-2001

Nos anos 90 apareceram diversos grupos musicais na linha de Sintra, como os Ground Factory, Ao Acaso, X-Acto(foto), Crawl e Vala Comum.

X-Acto

1990
Reabilitação da fonte e lavadouro do Rio do Porto.

Janeiro

Descoberta uma necrópole medieval na igreja matriz de Colares.

No Carlos Manuel vai à cena “Foi como é” com encenação de João de Mello Alvim

Roubadas imagens de S. António e S. Francisco do Convento dos Capuchos.

7-Toma posse a nova Câmara: João Justino, Rui Silva, Ferreira dos Anjos, João Carlos Cifuentes, Lino Paulo,(foto abaixo) Jaime da Mata, Felício Loureiro, Vera Dantas, Correia de Andrade, Álvaro de Carvalho e Pinto Simões.

Lino Paulo

Presidentes de Junta: Joaquim Veríssimo (Pêro Pinheiro) David Andrade (S. João das Lampas) Marco António Pereira (S. Pedro) Rogério Filipe (Montelavar) Guilherme Dias (Belas) Orlando Raposo (Algueirão-Mem Martins) João Pedro Miranda (S. Martinho) Carlos Duarte (Agualva-Cacém) António Caruna (Colares) Sérgio Soares (Queluz) Maria Alice Monteiro( Rio de Mouro) Joaquim Prego (Terrugem).

Fevereiro

4-I Trienal de Arquitectura de Sintra.

27-Inauguração do relvado do Sintrense.

Polémica em torno da instalação dos SMAS no edifício da cadeia comarcã.

Março

4- Constituição da cooperativa Veredas.

9-Acidente em Galamares com um autocarro da autarquia provoca 27 feridos. 
23- Sai o primeiro número do Vila Saloia
24- Constituição formal da cooperativa Veredas (registo comercial)- Cooperativa Cultural CRL, com sede na Av. Augusto Freire nº2, na Estefânea

100 Anos dos Bombeiros Voluntários de Colares.

No Carlos Manuel João de Mello Alvim encena “O Falatório do Ruzante”

Abril

Fundada a Associação de Reformados Pensionistas e Idosos de Mira Sintra

Maio

A população de Manique de Cima reclama contra a poluição provocada pela fábrica Herbex.

Após 30 anos de serviço, aposenta-se o cabo da GNR de Colares José Ricardo.

Junho

1-Fundado o grupo Amigos da Caça e Pesca de Colares

Julho

Fundado o grupo 19, de Sintra, da Amnistia Internacional 

17- A fonte de Armés e o monumento megalítico de Pego Longo são classificados como imóveis de interesse público

Setembro

XXIX Congresso Nacional dos Bombeiros portugueses em Sintra.

Ao longo do ano degrada-se a relação entre o presidente Justino e o vereador Ferreira dos Anjos, originando sindicâncias à Câmara de Sintra, sendo que em Outubro o PSD lhe retira apoio político.

Outubro

8-A Veredas promove em Queluz, no Salão dos Bombeiros, o encontro luso-brasileiro Viver na Periferia

9-Abre o mercado de S. Carlos em Mem Martins.

Dezembro

14-Ana Almeida e Silva torna-se directora do jornal de Sintra, agora propriedade maioritária da cooperativa Veredas.

O teatro da Veredas apresenta “As Aventuras de D.Quixote“, com Alfredo Brito e Pedro Wilson.

É fundada por Luís Filipe Sarmento e Leonor Tomé a Editora Tertúlia, dedicada exclusivamente à poesia, tendo publicado, por exemplo, as obras completas de Melo e Castro, Pedro Tamén, João Rui de Sousa e Luís Filipe Sarmento.

Ano da fundação do Grupo de Teatro Tapa Furos na Escola Secundária Leal da Câmara, em Rio de Mouro. Espetáculo Inaugural Entra Mudo e Sai Calado. Montagem de Saudades do Paraíso de Yvette Centeno.
 

1991
Janeiro

1- Fundação da Orquestra Ligeira de Almoçageme

Ana Almeida e Silva directora do Jornal de Sintra.

31-A Companhia da Veredas leva à cena na SUS “Aventuras de D.Quixote”

.Rómulo Ribeiro é presidente da Assembleia Municipal.

João Melo Alvim, Filomena Oliveira e Luís Martins são colaboradores regulares do Jornal de Sintra.

No Carlos Manuel vai à cena “Auto da Barca do Inferno“Fevereiro

8-Hermínio Santos sucede a António Ferreira dos Anjos como presidente da secção de Sintra do PSD. 

16- Morre num acidente o general Firmino Miguel, natural de Sintra. 

José Miguel em Ford Sierra Cosworth vence o Rali das Camélias

21- A Câmara cede o Cineteatro Carlos Manuel ao Chão de Oliva.

Filipa Cavallieri, de Sintra, sagra-se campeã nacional de judo em menos 54 quilos.

Março

15-Gil Matias encena na UDR Sabuguense “O Céu da Minha Rua” de Romeu Correia. 

O grupo Pérola da Adraga leva em Almoçageme “Com a prata da casa“.

Abril

12- Inauguração da pousada da juventude em Santa Eufémia.

13- Morre o advogado e oposicionista Sargo Júnior

Sérgio Luís Carvalho publica o seu livro “Anno Domini 1348“, mais tarde Prémio Ferreira de Castro. 

Maio

O médico Pinto Coelho abre uma clínica de desintoxicação de drogas em Galamares.

Manuel Oliveira treinador do Sintrense.

O Palácio da Peninha é comprado pelo Serviço Nacional de Parques, Reservas e Conservação da Natureza por 90 mil contos, sendo 70% financiado por programa comunitário ENVIREG.

Aquisição da propriedade da Penha Verde por 2 firmas inglesas, cujo representante em Portugal é Paulo Lowndes Marques.

Julho

O Cardeal-Patriarca D. António Ribeiro faz uma visita pastoral a Sintra.

Inauguração do posto de turismo do Cabo da Roca.

Agosto

30-Abre a galeria Espaço Veredas-Galeria, na Vila, com direção de Eduardo Nascimento

Setembro

É apresentada a candidatura de Sintra a Património Mundial.

Outubro

8-Nasce a Comissão Instaladora da Associação de Reformados de S.João Degolado, na Terrugem

11- Classificação dos lapiás de Negrais e Granja dos Serrões pelo DL 393/91 

O Chão de Oliva, orientado por João Melo Alvim inaugura um espaço no Cineteatro Carlos Manuel.O projecto de recuperação da Casa de Teatro de Sintra fica a cargo do Departamento de obras Municipais da Câmara, sobre direção do engenheiro Luís Peyssonneau Nunes e da arquitecta projetista Maria Teresa Machado.

Nas eleições legislativas o PSD vence em Sintra com 45%. Boicote eleitoral em D. Maria por causa do saneamento básico.

Novembro

23- É lançada a primeira pedra da igreja de S. Miguel.

29- I Festival de Cinema e Romantismo em Sintra, orientado por Vieira Marques. A Camélia de Ouro é entregue a “Rés do Chão” de Igor Monaieu, da URSS.

Dezembro

2-Fundação da Orquestra Ligeira da Sociedade Recreativa e Musical de Almoçageme.

Morre José Alfredo da Costa Azevedo.

Os Tapafuros promovem a montagem do espetáculo Silêncio Estamos no Ar!, a partir do poema de Jaques Prèvert, sobre a vida e obra de Galileu. Ainda em 91 montagem de O Grito do Índio, a partir de um texto escrito pelo último Chefe Sioux ao Grande Chefe Branco, com encenação de Catarina Beja.

A Candidatura de Sintra a Património Mundial é entregue na UNESCO. 
Inaugurada a sede do Progresso Clube do Algueirão

1992

Sérgio Luís Carvalho publica uma História de Sintra, edição da Veredas

Janeiro

Fundada a associação juvenil A Ponte

Fundada a Associação dos Amigos de Monserrate

16- O Chão de Oliva apresenta “Maçãs do Mar” no Carlos Manuel.

17- 4º Festival de Teatro Amador do Concelho de Sintra.

Rui Cunha é provedor da Santa Casa da Misericórdia.

Março

Carmo Pais sucede a Manuel de Oliveira como treinador do Sintrense.

O Grupo Desportivo e Cultural de Galamares vence a V Estafeta dos Vidais, nas Caldas da Rainha.

Arranca a Universidade da Terceira Idade, na Portela de Sintra.

O teatro da Veredas apresenta-se no Ar Cénico, em S. Pedro, com encenação de Rui Paulo.

Abril

O Tribunal Administrativo declara a perda de mandato do presidente João Justino, substituído pelo vice presidente Rui Silva. Fausto Caiado sobe a vereador.

Carlos Godinho é presidente da Sociedade União Sintrense.

Maio

A Companhia de Teatro de Sintra apresenta no Carlos Manuel “Grande trabalho é viver“, com encenação de Cândido Ferreira.

30- Inaugurado o Centro Internacional de Escultura de Pêro Pinheiro.

Junho

1- O Palácio de Seteais, Monserrate e o Paço da Vila são afectos ao IPPAR pelo DL 106F/92.

1- A ponte romana de Catribana é classificada como imóvel de interesse público pelo DL 26A/92

Gerald Luckurst recupera os jardins da Quinta da Penha Verde. 

O Sport União Sintrense sobe à II Divisão, sendo Francisco Nunes presidente. A 12, Jorge Leitão assume como presidente.

24- Nasce a Associação de Reformados de S. João Degolado (Terrugem).

No Carlos Manuel vai à cena “Um concerto em um acto para dois actores e duas marionetas”

28- Inaugurada a Igreja de Nossa Senhora da Paz, em Rio de Mouro. 

Julho

3- Nasce o Fio d’Azeite, teatro de marionetas, com o espectáculo “Concerto em um acto para dois actos e duas marionetas“, encenado por José Ramalho.

Inaugurado o complexo de ténis de Lourel.

Inaugurado o complexo paroquial de S. Bento de Massamá

A Companhia de Teatro de Sintra apresenta no Carlos Manuel “O Falatório de Ruzante”, com encenação de João Melo Alvim.

Polémica em torno da construção de um silo automóvel no Vale da Raposa. 
Setembro
22- Abre a C+S Ferreira de Castro em Ouressa

Outubro

5- As cinzas de José Alfredo são inumadas no Castelo dos Mouros.

M. S. Lourenço recebe o prémio D. Diniz com a sua obra “Os Degraus de Parnasso”.

Fundado o Grupo de Teatro Os Audazes, nos Bombeiros de Agualva Cacém

28- Nasce o Núcleo Sportinguista de Almoçageme

A vereadora da CDU Vera Dantas passa a independente.

Dezembro

João Melo Alvim e a Companhia de Teatro de Sintra apresentam no Carlos Manuel “A Fé nos Amores“.

4- Constituída a Associação de Professores de Sintra. 
8- Abre o Salão Paroquial das Mercês

Fundado o grupo de teatro Pérola da Adraga, que leva à cena a peça “Com a prata da casa”

Montagem de Habutuneiromatópobia pelos Tapafuros, criação coletiva orientada por António Miguel, da Companhia de Teatro de Sintra. Espetáculo de cariz experimental apresentado na 1ª Mostra de Teatro das Escolas do Concelho de Sintra, tendo sido consagrado vencedor. Montagem pelo mesmo grupo de  O Encantado do Nevoeiro de José Dias de Sousa, encenação de Catarina Beja. Teatro Infantil para Escolas apresentado no 4º Festival de Teatro Amador do Concelho de Sintra, certame no qual foi granjeado com o prémio de Melhor Encenação.​

1993
Janeiro

No Carlos Manuel, Nuno Pinto e o Teatro da Meia Lua apresentam “Sopinhas de Mel”.

14-I Colóquio de História de Sintra no Palácio da Vila.

Fevereiro

9- O presidente Mário Soares realiza uma presidência aberta em Sintra.

11- Começa a publicar-se o semanário “A Pena” dirigido por Rui Teixeira.

27- Abre o mercado de Rio de Mouro.

Março

15-Fundada A Nossa Ancora-Associação de Pais em Luto, primeiro na Estrada da Madre de Deus, no Carrascal, depois na R. Almada Guerra 25, em Sintra (até 2013)
15- Fundação no Sabugo do Acusa Teatro, por José Sabugo(foto) e Cláudio Brito


O Grupo de Teatro do Mem Martins Sport Clube ganha a 5º edição do festival de teatro amador do concelho de Sintra com “O Vagabundo das mãos de ouro” de Romeu Correia

Abril

A Companhia de Teatro de Sintra apresenta “Quando passarem cinco anos

Inaugurado em Rio de Mouro o campo de jogos “António Carraça da Silva”

Maio

6-Feira Medieval na Vila Velha

15- O Clube Atlético de Queluz sagra-se campeão nacional de basquetebol da II Divisão

16- O Galamares vence o Grande Prémio do Ambiente da CMS, que decorre em Mem Martins. Norberto Alves primeiro classificado

20- Rio de Mouro elevado a vila.

22- Os Bombeiros de Sintra e Colares são agraciados com a Ordem do Infante D. Henrique

António José Melo sucede a Cipriano Santos como presidente da direcção do Hockey Clube de Sintra

29- O Hóckey Clube de Sintra regressa à I Divisão.

Junho

5- Andreia Cavallieri, de Sintra, sagra-se campeã do mundo de judo escolar na categoria de -66 quilos

8- Pela portaria 13/93 o rio de Colares fica sujeito a condicionamentos construtivos nas suas imediações

10- Dia de Portugal em Sintra, com a presença do Presidente da República, Mário Soares.

12- Inauguração das piscinas de Ouressa

17- No Carlos Manuel, a Companhia de Teatro de Sintra apresenta “A Birra do Morto”

.Na Estefânea abre o restaurante Cintrália

25- III Encontro Nacional de Espeleólogos em Sintra 
25- Mário Soares e o cardeal D. António Ribeiro visitam a Casa de Saúde do Telhal

Julho

9- I Bienal de Artes Plásticas de Belas

28-Constituída a Associação de Reformados da Assafora, Cortesia e Cabrela

Setembro

Inaugurado o mercado do Mucifal.

Outubro

3- Inaugurado o pavilhão desportivo da Abelheira, na Urbanização da Fonte das Eiras

5- Após um encerramento de 5 anos, reabre a casa-museu Leal da Câmara
15-É criado o Grupo Acusa (actividades Culturais do Sabugo) por Jozé Sabugo e Cláudio de Brito
Novembro

1-Inaugurado o bairro de Varge Mondar

II Trienal de Arquitectura.
6- Abre a escola de música Acorde Comigo em Mem Martins
10-Inaugurado o Hotel da Penha Longa.


20- Vasco Ventura começa a publicar Varanda de Sintra

26- Os SMAS abrem as suas instalações na Portela de Sintra

30- O chalé da Condessa, na Pena, e o conjunto megalítico da Barreira, são classificados de interesse público

Fundação do grupo Acusa Teatro.

O grupo Fio d’Azeite apresenta “Histórias em Castelo

30- Pelo DL 45/93 o Palacete Pombal, em Queluz, é classificado como monumento nacional.

Dezembro

8- Inaugurado um busto de José Alfredo no Palácio Valenças.

12- Nas eleições autárquicas, Edite Estrela, do PS, vence com 34,6% dos votos, a CDU tem 28,8%, o PSD 27%, o CDS perde o único vereador. São vereadores nesse período Álvaro de Carvalho, Pinto Simões, Lino Paulo, Estrela Ribeiro, Viegas Palma,Fausto Caiado,Matos Manso, Rui Pereira, Baptista Alves entre outros. Fernando Reino e Jorge Trigo presidem à Assembleia Municipal.  Resultados de 1993: 

PS: 43959 ( 34,63%) 4
PCP/PEV: 36592 ( 28,83%) 4
PPD/PSD: 34298 ( 27,02%) 3
CDS-PP: 4668 ( 3,68%) 0
MPT: 1463 ( 1,15%) 0
PSN: 989 ( 0,78%) 0
PCTP/MRPP: 709 ( 0,56%) 0

Montagem pelos Tapafuros de Eu, Tu, Eles, Nós, Vós, Eles, de Sérgio Godinho, encenação de Catarina Beja. Primeiro espetáculo com o grupo já independente e em fase de legalização, foi apresentado ao público em geral e também inserido no 5º Festival de Teatro Amador do Concelho de Sintra, onde ganhou o prémio de Melhor Espectáculo Infantil.

1994

Janeiro

1-Constituída a Cooperativa Quinta Verde CRL, em Nafarros (acabou em 2015)

7-Posse do executivo de Edite Estrela. Fernando Reino é presidente da Assembleia Municipal.

Fevereiro

Inaugurado em Pêro Pinheiro o monumento ao canteiro e o quartel da GNR.

O Teatro da Meia Lua apresenta no Carlos Manuel a peça “Médico à Força”.

10- Abre a fábrica da Wurth na Abrunheira.

Manuel de Oliveira é treinador do Sintrense.

Edite Estrela realiza presidências abertas nas freguesias.

Março

11- Publicado o Plano de Ordenamento do Parque Natural Sintra-Cascais.

Abrem as instalações de “Os Patarecos” na Várzea de Sintra.

O Acusa Teatro, do Sabugo, apresenta “Era feliz e não sabia“Abril

A Companhia de Teatro de Sintra apresenta “O Mistério da Estrada de Sintra”

Maio

2- Abre o Centro de Emprego de Sintra.

Junho

2- O Sintrense volta a descer de divisão, no dia em que assume a presidência Luciano Ferreira dos Anjos.

5-Inaugurada a igreja de Nossa Senhora da Fé, em Monte Abraão

Sai o primeiro número da revista “Vária“, da Câmara Municipal, Gabinete de Estudos Históricos e Documentais, dirigido por Eugénio Montoito e com João Rodil e Ricardo Alves no Conselho de Redacção.

18-Inaugurado em Nafarros o pavilhão da UDCN.

Fernando Peres treinador do Sintrense.

25-Inaugurado em Lourel o quartel dos Bombeiros Voluntários de Sintra.

29- I Feira de Comércio e Indústria de Sintra, em S. Pedro

Julho

9-“Então já lá foi” vai à cena no Carlos Manuel

Francisco Janelas presidente do Grupo Desportivo de Queluz

Nas Casas Novas, nasce a Escola de Natação “Os Pinguins”

Agosto

5-Noites de Bailado em Seteais

26- II Festival Internacional de Folclore, na Terrugem

Setembro

4- Bailado em Queluz, com temas de Vivaldi

10-Inaugurado o quartel dos Bombeiros de Montelavar.

18- A Sociedade União 1º de Dezembro campeão distrital da II Divisão em futebol 
25- Abre o posto clínico dos Bombeiros de Mem Martins

No Sintra-Cinema decorre o Congresso “Sintra rumo ao futuro

Aprovada a urbanização da Quinta Verde em Nafarros, de Livia Tirone, polémico projecto de arquitectura bioclimática

Outubro

O grupo de teatro Tapafuros encena no Progresso Clube “Diálogo e Aleluia Erótica”.

9- A Companhia de Teatro de Sintra apresenta “O Auto da Índia”.

Surto de gastroenterite em Sintra.
10-Abre a escola C+S da Coopalme, no Algueirão
Américo Marques Francisco presidente do Atlético Clube do Cacém (até 2003)
Abre a casa de repouso O Castelo na Abrunheira
Ferreira dos Anjos abandona o Sintrense, Fernando Morais Gomes presidente interino.

Novembro

A Companhia de Teatro de Sintra apresenta “Não se paga! Não se paga!”

O Acusa Teatro, do Sabugo, apresenta “Meu rico dinheiro”

Dezembro

1- Inaugurado o pavilhão do Hockey Clube de Sintra em Monte Santos


21- Morre Mestre Domingos Saraiva
21-Adriano Filipe presidente do Sintrense. 

Montagem pelos Tapafuros de Amor de D. Perlimplim com Belisa em seu jardim e Diálogo de Amargo, de Federico García Lorca, encenação de Rui Mário.

1995
Janeiro

12-Entregues 55 casas do PER-Plano de Erradicação de Barracas

27- O Grupo Desportivo de Queluz e o Clube Recreativo de Massamá decidem a fusão, sob influência de José Libório

Fevereiro

2- Inauguração da Jaba Farmacêutica, na Abrunheira

O PSD renuncia aos pelouros na Câmara. Viegas Palma passa a independente.

Daúto Faquirá treinador do Sintrense.

Regressa o Sport União Colarense, dirigido por José Feixeira, depois dum interregno entre 1988 e 1994.

Março

O Acusa Teatro, de José Sabugo, apresenta “As bruxas não são boas nem más, mas são… mais fortes”.

A Companhia de Teatro de Sintra apresenta “A Lamentação da Mula e Outras”.
Fundação da companhia de teatro Teatrosfera.

Inaugurado o Centro de Cultura e Desporto (CCD) da CMS.

26-XI Congresso Mundial de Poetas, coordenado por Luís Filipe Sarmento(foto), com a presença do presidente Mário Soares na abertura e encerramento.

Inauguradas as instalações do CCD da CMS na R. Câmara Pestana

Abril

2417 fogos habitacionais são transferidos do IGAPHE para a Câmara de Sintra

Maio

Sintra gemina-se com a cidade de Brava, em Cabo Verde.

Graça Afonso encena “O Castiçal” no Teatro da Meia Lua.

Inaugurada a pousada D. Maria I em Queluz.

Inaugurado o troço do IC-16 entre Ranholas e Lourel

Restauro do edifício dos Bombeiros Voluntários na Vila.

Junho

Nasce o Real Futebol Clube, da fusão do Grupo Desportivo de Queluz e do CDR Massamá. 

3- Inaugurada a escola dos 2º e 3º ciclo de Casal de Cambra

9- Morre a figura emblemática de Colares Amílcar Augusto Gil, dono da “Casa dos Frangos

18-Inaugurada a nova igreja de S. Miguel.

21-Inaugurado o Hospital Amadora-Sintra

21-Mikail Gorbatchev visita Sintra.

28- Mais 83 casas são entregues ao abrigo do Programa PER de erradicação de barracas

29- III Feira do Livro de Sintra

30- João Patrício preside aos Recreios do Algueirão

Vai à cena “A Surpresa do Amor” encenado por João de Mello AlvimJoão Rodil apresenta o seu livro “Serra, Luas e Literatura

Julho

Abre a biblioteca de Rio de Mouro.

2- Morre o benemérito de Sintra comendador Nunes Corrêa

7- Fernando Cunha sucede a António Paulos na presidência do 1º de Dezembro

Inauguração da igreja paroquial de Agualva

Agosto

Criação do Real Massamá, por junção do Grupo Desportivo de Queluz com o Grupo Desportivo e Recreativo de Massamá.

O futebol feminino regressa ao 1º de Dezembro.

Setembro

20-Inaugurado o Fitares Shopping

23- José Libório eleito presidente do Real de Massamá, após a fusão

23-Inauguração da igreja da Azóia

Abre em Sintra a loja Ventisca

24- Inaugurada a estação ferroviária Queluz-Massamá.

Outubro

1- Após 8 anos, o padre Delmar Barreiros deixa a paróquia de Rio de Mouro 

1- Eleições legislativas. Em Sintra o PS ganha com 45,8%, PSD 27,8%, CDU 11,8%, CDS 9,0%.

A Companhia de Teatro de Sintra apresenta “O Urso” de Ttchekov, e “O Auto da Índia“, com encenação de João de Mello Alvim

Novembro

A Companhia de Teatro de Sintra apresenta “Hamlet, sete cenas de um golpe”.

22-Colóquio Internacional Eça de Queirós, por ocasião dos 150 anos do seu nascimento.

Dezembro

7- Sintra elevada a Património da Humanidade na categoria Paisagem Cultural.

9- Um incêndio na Vila Velha desaloja 18 pessoas

A Santa Casa da Misericórdia de Sintra abre o Centro de Dia Rui Cunha

A Companhia de Teatro de Sintra apresenta “As irmãs travesseiro“, com encenação de Joaquim Nicolau

Neste ano, o Cénico do Mucifalense leva à cena “A Bisbilhoteira

Re-montagem pelos Tapafuros de Amor de D. Perlimplim com Belisa em seu jardim e Diálogo de Amargo, de Federico García Lorca, encenação de Rui Mário, também apresentado no 6º Festival de Teatro Amador do Concelho de Sintra, onde seria distinguido com os prémios de Melhor Encenação e Melhor Cenografia.

Exposição fotográfica e do acervo pertencente ao grupo, apresentação do espetáculo de García Lorca e animações de rua a partir de três textos de Yvette Centeno, A Porta, O Poeta e A Árvore da Vida.

1996
Janeiro

Nas presidenciais, Jorge Sampaio arrecada 53,8% dos votos em Sintra contra 46,1% de Cavaco Silva.

26- Silva Carvalho é presidente da Associação de Comerciantes.

Março

6-A Capela da Misericórdia de Colares e o Palácio do Ramalhão(foto) são classificados como imóveis de interesse público pelo DL 2/96

6- Fundado o Lions Clube de Sintra, preside Maria Eduarda Delgado

8- A Câmara entrega 85 fogos do PER em Casal de Cambra.

13- Augusto Raposeira abre a livraria Astrolábio em Mem Martins.

Arrancam em Belas as obras do Belas Clube de Campo, promovidas pela empresa Planbelas.

Apresenta-se pela primeira vez o Utopia Teatro no Bar Tópico, em Sintra, com a peça “O Dia da Iguana“, encenado por Nuno Vicente

.28- O novo presidente, Jorge Sampaio, visita Sintra no Dia Nacional dos Centros Históricos.

Abril

12-O grupo de teatro Os Jotas apresenta “A Louca de Chaillot ” na Escola Secundária Ferreira Dias, no Cacém.

A Companhia de Teatro de Sintra apresenta “Amor de Perdição“.

Jorge Trigo substitui Fernando Reino como presidente da Assembleia Municipal de Sintra. 

Maio

1- Inaugurado o Centro Social e Paroquial de Algueirão Mem Martins

A TV Cabo chega a Sintra

VII Festival de Teatro Amador de Sintra. Participam entre outros o Núcleo de Teatro e Animação da Sarrazola, os Lordes do Caos, da Escola Secundária de Mem Martins, dirigidos por Eurico Leote, a Cena Aberta, de Rio de Mouro, ou os Jovens Alegres, da Maceira.

Neste ano, os Tapafuros montam Cinco Estórias Bem Contadas, a partir de cinco textos de Yvette Centeno (A Porta, o Poeta, O Ídolo, A Baleia e A Árvore da Vida), encenação de Rui Mário. Apresentado ao júri do 7º Festival de Teatro Amador do Concelho de Sintra, júri que distinguiu o referido espetáculo com os prémios de Melhor Encenação e Melhor Actor Secundário. O espetáculo foi apresentado em diversas atividades culturais concelhias – Feira do Livro, Aniversário da Galeria Municipal de Rio de Mouro – e fora do concelho no Instituto Superior Técnico, Instituto Superior de Agronomia e no interior do país, num evento denominado Tramagal Cultura.

16- Publicada no Diário da República a manutenção em vigor do Plano de Urbanização de Sintra (Groer) de 11 de Novembro de 1949

17- Classificação da vila romana de Santo André, em Almoçageme, como imóvel de interesse público

20- Fórum Internacional Educação para a Não Violência, em Sintra.

Junho

12-Festival do Monte da Lua na Quinta D. Diniz em S. Pedro.

O edifício do Centro de Arte Moderna é recuperado no antigo Casino segundo projecto do arq. João Paciência, sendo efectuado um protocolo para albergar parte da colecção do empresário Joe Berardo.

A Companhia de Teatro de Sintra apresenta “Corpo Amativo“.Inaugurado o Mercado de Casal de Cambra

13º Grande Prémio de Galamares em atletismo.

Joaquim Valadas é presidente do Mem Martins Sport Club e António José Melo (foto) do Hockey Clube de Sintra. 

15- Lançada a primeira pedra da Urbanização Quinta Verde, em Nafarros

17- É assinado o contrato de empreitada para a construção do novo edifício municipal na Portela.

18- Jonathan Palmer, 40 anos, ex-piloto inglês de Fórmula 1, conduzia um Honda Prelude 2.2  VTI, na estrada Nacional 247, entre a Malveira da Serra e a Azóia, passavam poucos minutos do meio-dia, o carro com apenas com 59 kilómetros e volante à direita, modelo que tinha sido apresentado no último salão automóvel de Paris, participava naquele momento nas filmagens promocionais, em plena estrada, organizadas pela sucursal inglesa da marca nipónica.O Honda, ficou com o lado esquerdo totalmente desfeito, após a violenta colisão com o Ford Sierra de Rein (Ray) Fallo Slattun de 52 anos,que circulava  dentro da sua mão em sentido contrário conduzido pelo ex-piloto de Rallis norueguês, com casa em Janas, que foi apanhado do lado do volante e despistou-se, tendo morte imediata.
Os Bombeiros Voluntários de Almoçageme com uma viatura do INEM, estiveram no local, mas não foi possível fazer nada pela vítima deste infeliz acidente.

Julho

2- Entregues mais 153 fogos no âmbito do PER em Casal de Cambra e no Casal de S. José

5-Lançada pelo 1ºministro Guterres a primeira pedra do novo edifício municipal na Portela de Sintra

Lançadas as obras da ETAR da bacia de Colares, Sistema 2

19- Maria Almira Medina lança o seu livro “Sem moldura”.

O grupo Fio d’Azeite apresenta “As aventuras do Gorro Vermelho e os fãs tosse”

25- Assinado o protocolo para aquisição de 14 autocarros, um para cada freguesia, num valor de 380.000 contos

O infantário “Papoila” instala-se no Bairro de S. CarlosAgosto

10- Os Tapafuros apresentam no Parque Central de Massamá “Aventura suburbana”.

Setembro

Moradores de Lourel protestam contra a construção da nova igreja numa zona residencial.

A Universidade da 3º idade instala-se na Portela de Sintra

A Câmara e o empresário Joe Berardo assinam um protocolo para instalação de parte da colecção deste no futuro Centro de Arte Moderna

Outubro

Exposintra em Pêro Pinheiro.

Inaugurada a escola do 1º ciclo nº1 do Cacém.

20-Inaugurado o monumento ao bombeiro em Queluz

31-Abre o Centro Comercial Satélite, no Cacém

Cândida Cunha expõe no Museu Regional de Sintra

Novembro

O IPPAR classifica como de interesse público a Quinta do Relógio.

O vereador do PSD Viegas Palma passa a independente.

X Edição do Grande Prémio do Fim da Europa dominado pelo Galamares, vencendo João Caldeira. Também esse mês Ricardo Frade do Galamares vence a VI Maratona Popular Cidade de Badajoz.

Abre o Driving Range, escola de golfe, na Ponte Redonda, Galamares

A Companhia de Teatro de Sintra apresenta “Quantas Artes, Quantas Manhas”.

20- O grupo de teatro Os Audazes, do Cacém, apresenta a peça “O Homem da Massa”

28- A Sobreira dos Fetos junto à Quinta do Relógio é classificada de interesse publico

Dezembro

20- Abre em Mem Martins o primeiro restaurante McDonald’s do concelho de Sintra

21- Morre a Marquesa Olga de Cadaval 

O Teatroesfera apresenta “Caixa Preta” no Real Sport Clube de Massamá.

Abre anexo à Sociedade União Sintrense o restaurante “Pátio da Vila”

Formado o Clube de Natação Pinguins Sintra Litoral, em Casas Novas

Também em 1996 publica-se o livro “Uma casa em Portugal” de Richard Hewitt, com as peripécias em Sintra de um casal americano


1997
Janeiro

O escritor sintrense Sérgio Luís Carvalho edita “As Horas de Monsaraz“.

Agitação laboral na fábrica da Melka, no Cacém, por causa das 40 horas semanais.

Por essa altura avança a ritmo galopante a urbanização de grande parte do concelho, com empreendimentos como a Quinta da Beloura, Urbanil, Tapada das Mercês, Quinta da Barroca, Fitares, Rufinos, etc. 
O Acusa Teatro passa a Grupo Acusa Teatro, inaugurando a Hora do Conto, com Maria Almira Medina como madrinha

Gil Andrade é presidente do Atlético de Queluz

30- II Encontro de História de Sintra, promovido pela Associação de Professores de Sintra e a cooperativa Veredas no Hotel Tivoli

Fevereiro

1- Em Fontanelas vai à cena a revista “O Fim da Macacada”.

14- O Convento de Sant’Ana de Colares classificado como de interesse público

17- Inaugurada em Pêro Pinheiro a Casa das Cenas do grupo Acuso Teatro, com a peça “Ensaio… Poético…”

Artur Bual expõe na Galeria de Fitares

Março

12-Assinado o contrato pelo qual a autarquia adquire a Quinta da Regaleira por 380.000.000 escudos. 

17- Trabalhadores da autarquia e dos SMAS protestam contra o regime de carreiras e o subsídio de risco.

20- José Manuel Cosme eleito presidente do Hockey Clube de Sintra

20- Morre na casa onde hoje é o seu museu, aos 88 anos, o escultor Pedro Anjos Teixeira. 

22- Decorre mais um Baile das Camélias na SUS.

Abril

O vereador socialista Álvaro de Carvalho deixa o executivo municipal.

4- Arranca o 8º Festival de Teatro Amador de Sintra

6- Inaugurada a extensão do Centro de Saúde de Negrais

24- O Acusa Teatro, do Sabugo, apresenta a peça “Meu amor é traiçoeiro

25- O Grupo de Teatro Absurdo, da Escola Secundária de Mem Martins apresenta a peça “Desconserto”

Maio

5- As jazidas de icnofósseis de Carenque são classificadas como monumento nacional

17-Abre portas o novo Centro de Arte Moderna. 
Publica-se o primeiro número do Correio das Mercês

Junho

20- Queluz é elevada a cidade (Lei 88/97) e Colares elevada a vila ( Lei 78/97)

Assinado acordo de geminação entre Sintra e o Lobito, Angola.

Julho

Festa da Língua Portuguesa.

12- Criadas as freguesias de Massamá, Monte Abrãao e Casal de Cambra

O advogado José António Barreiros apresenta a candidatura à Câmara pelo PSD

12- Edite Estrela anuncia a recandidatura à Câmara 
15- Abre nas Mercês o Floresta Center

No Estúdio 2M, a Companhia de teatro de Sintra apresenta “A Mulher do Meio” com encenação de João de Mello Alvim

José Ruy lança um álbum de banda desenhada dedicado a Sintra.

17- A primeira dama dos EUA, Hillary Clinton visita as obras da escola americana, no Linhó

24-Belas volta a obter o estatuto de vila.

24-Pela Lei 88/97 Queluz é elevada a cidade

25- Feira do Livro de Queluz

26- Festival de Folclore Luso-Espanhol, no Sabugo

28- O Utopia Teatro apresenta a peça “Tonitruante“, junto com o teatro madrileno Tinto Teatro.

Agosto

2-Cortejo histórico de Belas

30- No aniversário do Hockey de Sintra, o presidente Jorge Sampaio é homenageado e inaugura o museu do clube

Setembro

6-XIII Festival de Folclore de Mem Martins

Geminação de Sintra com a cidade japonesa de Omura

16- Retomada a circulação do eléctrico entre o Banzão e a Praia das Maçãs, concessionado à empresa Stagecoach.

20- II Festival da Vitela, em Colares

23- Inaugurados os novos edifícios da junta e centro de dia da Terrugem.

Outubro

2- Decorre em Pêro Pinheiro mais uma edição da Exposintra.

4-Sarmento de Matos lança o seu livro ” História do Casino ou os equívocos de um tempo sintrense”

Abre a variante à EN 250 que elimina as curvas da Idanha

11- Inaugurado o novo pavilhão da União Mucifalense.

11- Inaugurado o Centro Comercial de S. Marcos

18- Inaugurado o Infantário Popular de Sintra, na Portela.

31- Inaugurada a Casa da Juventude na Tapada das Mercês.

31- Inaugurado o Centro de Dia da Associação de Reformados de Covas de Ferro.

Novembro

O eléctrico circula agora já entre a Ribeira e a Praia das Maçãs.

8-Inaugurado o Museu do Brinquedo

11- Inaugurado o complexo da União Mucifalense

11-Inaugurado o Mercado de Mira Sintra.

11-Inaugurada a Biblioteca de Agualva

16- Inaugurado o Centro de Dia de S. João das Lampas e o Centro Social de Pêro Pinheiro pelo primeiro ministro António Guterres

O Teatrosfera apresenta “Smog” no Real de Massamá.

22- Inauguradas as piscinas dos Bombeiros Voluntários de Colares

29- Inaugurado pelo ministro do Ambiente, José Sócrates, o novo edifício do Departamento de Urbanismo, na Portela de Sintra

Dezembro

3- Doação à CMS do espólio literário de Luís Almeida Braga.

Os Tapafuros encenam “Veado Florido“, no espaço gentilmente cedido pela Companhia de Teatro de Sintra.

Neste ano montaram  Assembleia ou Partida, de Correia Garção, uma co-produção entre o Teatro Tapa Furos e o Teatroesfera, e fizeram animações de rua com o espetáculo de criação coletiva Aventura Suburbana em diversos mercados municipais de Sintra, montando ainda  A Bicharada, a partir de Os Bichos de Miguel Torga, encenação de Mário Trigo. 

8- É inaugurado o busto de Zé Alfredo junto ao Palácio Valenças.

No 2M em Mem Martins, o Fio d’Azeite apresenta “O Gato das Botas“.

14- Eleições autárquicas. Edite Estrela reeleita com 48,6% dos votos e 6 vereadores (alem dela, Herculano Pombo, Paiva Nunes, Rui Pereira, Paula Alves e Viegas Palma),a CDU com 23,1% e 3 vereadores (Lino Paulo, Baptista Alves e Jaime da Mata) o PSD com 18,7% e 2 vereadores (Matos Manso e Luís Patrício, o cabeça de lista, José António Barreiros renunciou.O CDS, encabeçado por Celeste Cardona não elegeu qualquer vereador.

Resultados de 1997 

PS: 60166 ( 48,59%) 6
PCP/PEV: 28682 ( 23,16%) 3
PPD/PSD: 23247 ( 18,77%) 2
CDS-PP: 3820 ( 3,09%) 0
PCTP/MRPP: 1620 ( 1,31%) 0
PSR: 677 ( 0,55%) 0
UDP: 639 ( 0,52%) 0

Acácio Barreiros presidente da Assembleia Municipal.

Nas juntas de freguesia, eleitos Guilherme Dias (Belas) Nunes dos Santos (Algueirão-Mem Martins) Fátima Campos (Monte Abraão) Victor Saraiva (Massamá) José Elias (Casal de Cambra) Adriano Filipe (S. Martinho) Alice Monteiro (Rio de Mouro) José Portelinha (S. João das Lampas) Teodora Freire (S. Maria e S. Miguel) Joaquim Prego (Terrugem) Sebastião Antunes (Cacém) Mário Pinto (Almargem do Bispo)

1998

Os Tapafuros remontam O Veado Florido, representado no 9º Festival de Teatro Amador do Concelho de Sintra, consagrado com os prémios de Melhor Espetáculo Infanto-Juvenil, Melhor Ator Principal, Melhor Atriz Secundária, Melhor Sonoplastia e Melhor Cenografia.

Montagem de A História do Corvo de Ténis, uma adaptação do álbum de B.D. homónimo de Fred, encenação de Rui Mário. Ainda este ano Cidade Sem Sono, encenado por Rui Mário, a partir de textos de Federico García Lorca.

Construção de um espetáculo comemorativo do 50º aniversário da Declaração dos Direitos do Homem, intitulado As Aventuras do Homem das Barbas, com encenação de Rui Mário, a partir do conto homónimo de António Torrado.

Janeiro

Rogério Carapinha director do Jornal de Sintra.

Posse do novo executivo de Edite Estrela.

23-Abre em Ouressa o polo de Sintra da AERLIS

25-Eduardo Lacerda Tavares provedor da Santa Casa da Misericórdia. 

28- Manuel do Cabo eleito presidente da Associação de Comerciantes de Sintra

30- O grupo Utopia Teatro, fundado por, entre outros, Nuno Vicente, apresenta-se nos Aliados, em S. Pedro, com a peça “Um Esgar”

31- Inauguração da nova sede do Grupo Coral de Queluz, no Espaço Lavadouro.

Fevereiro

4- Eleitos os novos corpos sociais da cooperativa Veredas, com Lino Paulo como presidente.

Março

3- I Encontro Camiliano de Sintra

8- A equipa feminina do JOMA torna-se campeã nacional de corta-mato

A Companhia de Teatro de Sintra apresenta no Espaço 2M em Mem Martins a peça “Acabar de vez”.

14- Inaugurado o Centro de Convívio da Terceira Idade da Associação de Solidariedade Social das Mercês

20- José Eduardo Tomás presidente do Mem Martins Futebol Clube

26- Pela portaria 203/98 é publicado o Plano de Pormenor de Salvaguarda do Bairro Almeida Araújo em Queluz

27- Inicia-se o IX Festival de Teatro Amador de Sintra

29- Emílio Correia presidente da direcção dos Bombeiros Voluntários de Queluz

Abril

O grupo de teatro Absurdo apresenta na Escola Secundária de Mem Martins a peça “Fernando, talvez Pessoa

Durante uma semana, os trabalhadores dos SMAS fazem uma greve por conquista de direitos.

10- Após 60 anos, a procissão do Senhor dos Passos realiza-se nas freguesias de S. Martinho e Santa Maria e S. Miguel

18- O Hockey Clube de Sintra regressa à I Divisão Nacional

23- Abre a biblioteca municipal da Tapada das Mercês

26- O Sport União Sintrense, com Daúto Faquirá como treinador, sobe à II Divisão B após um jogo com o Atlético da Malveira.

Maio

1-O Mucifalense sagra-se campeão do mundo de pesca

O Prémio Gazeta 97 da imprensa regional é atribuído ao Jornal de Sintra.

26- A Câmara Municipal compra a antiga fábrica da Messa em Mem Martins por 810.000 contos ( 4 milhões de euros).

30- Dia de Sintra na Expo 98

30- III Feira do Artesanato de Agualva-Cacém

Junho

5- A Companhia de Teatro de Sintra apresenta no Espaço 2M em Mem Martins a peça “Amor Obscuro“.

Abre ao público a Quinta da Regaleira.

20-Abre o gabinete de apoio ao empresário de Agualva-Cacém

A peça “Aurora da minha vida” do Grupo Cénico da União Mucifalense vence o IX Festival de Teatro Amador de Sintra

27- O Hockey Clube de Sintra campeão nacional da II Divisão.

28- No referendo sobre a despenalização do aborto, o “sim” vence em Sintra com 72,8%.

Julho

5- O vereador Herculano Pombo sofre um acidente de ultraleve em Chaves e fica em perigo de vida.

11- III Trienal de Arquitectura.

O grupo de teatro Fio d’Azeite leva à cena “A Bandeira Azul” com encenação de Nuno Correia Pinto

Filomena Marona Beja lança o seu livro “As Cidadãs”

Agosto

14-A equipa de Sintra representa Portugal nos Jogos Sem Fronteiras em Trento, Itália.

Setembro

2-A queda de uma placa mata 2 operários nas obras de construção do hipermercado Feira Nova no Alto de Forte (Rio de Mouro).

Festas de Nossa Senhora do Cabo em S. João das Lampas.

Outubro

Exposintra na Base Aérea nº1 na Granja do Marquês.

9- Assinado o acordo de geminação de Sintra com Honolulu.

Novembro

8- No referendo sobre a regionalização, Sintra vota no “não” com 72, 8%, apesar de menos de 50% dos inscritos terem exercido o direito de voto.

No Estúdio 2M em Mem Martins vai à cena “Desconsertos” pela Companhia de Teatro de Sintra, e o grupo Fio d’Azeite apresenta também “Estórias de D. Roberto”

Dezembro

8-Inauguração da igreja de Vila Verde.

28- Morre o antigo vereador Felício Loureiro

1999
Janeiro

18-Inês Ferro directora do Palácio Nacional de Sintra

Lançado o CD “Sintra” do compositor Rui Serôdio

23- Fundado o Moto Clube do Mucifal

Fevereiro

19-Abre ao público o Centro de Saúde do Cacém

20- Inaugurada a ampliação do quartel dos Bombeiros Voluntários do Cacém

Março

9- O primeiro-ministro António Guterres vem a Sintra anunciar a construção do novo hospital.

12- VII Mostra de Teatro nas Escolas.

Fundação da companhia do Teatromosca.

José Manuel Cosme é reeleito presidente do Hóckey Clube de Sintra.

Inaugurado o supermercado Modelo, em Lourel

27- Estreia o novo relvado do Real de Massamá

27- XVI Grande Prémio de Galamares

31- A Assembleia Municipal de Sintra aprova o Plano Director Municipal

Abril

12- Benazir Butho vem a Sintra a um colóquio sobre poder no feminino.

22- IX Colóquio Infanto-Juvenil e o ensino

Maio

Um incêndio num lar de idosos em Mem Martins mata 8 pessoas no Lar Coração de Maria

21- O presidente Jorge Sampaio inaugura o Centro de Acção Comunitária Tomé de Barros Queiróz, da Santa Casa da Misericórdia.

23- Lançada a primeira pedra do Centro Paroquial da Terrugem

23- II Festa da Língua Portuguesa.

23- Ao garantir o 2º lugar na II Divisão Zona Sul, a equipa de hóquei da União Desportiva e Recreativa de Nafarros sobe à I Divisão Nacional

Filomena Oliveira encena “Toma lá O’Neill” no 2M em Mem Martins

30- Inaugurado o nó Fervença- Montelavar da Via de Cintura

Junho

13-Eleições para o Parlamento Europeu, em Sintra o PS alcança 44,6%

15- Fogo no Rio da Mula destrói 22 hectares de mata

22- Abre o hipermercado Feira Nova.

25- Morre o antigo vereador João Carlos Cifuentes

Julho

14-Um incêndio destrói o Chalé da Condessa, no Parque da Pena.

14- O presidente da Sociedade União Sintrense morre num acidente no Gerês.

O Teatro Tapafuros apresenta no Centro Histórico “Um corvo de ténis..na rua”, com encenação de Rui Mário, re-montagem, para a rua do espetáculo baseado no álbum de BD de Fred

31- O grupo de teatro Byfurcação apresenta a sua primeira peça “Até às cinzas”, de Joaquim Murale. Neste ano apresentarão ainda “Sopinhas de Mel” “Sim, Senhor!”

Setembro

11- Lançada a primeira pedra da igreja de Santo António na Abrunheira.

11- Inaugurado o Museu de S. Miguel de Odrinhas.

13- Inaugurada a Casa Dorita Castel-Branco.

18-Festas de Nossa Senhora do Cabo em Montelavar.

30-É criada a Liga dos Amigos dos Capuchos.

Outubro

4- É publicado no Diário da República o Plano Director Municipal de Sintra.

7-O teatromosca apresenta “Ser Bom“, com encenação de Paulo Campos dos Reis

10- O PS de António Guterres vence as eleições legislativas, no país e em Sintra.

15- Decorre a Teatríada, promovida pela Casa das Cenas.

15- Abre a Casa de Teatro de Sintra. 

18- A Companhia de Teatro de Sintra apresenta “Gaveta de Sonhos”.

Novembro

Reabre o Hotel Lawrence.

27- O Espaço 2M em Mem Martins é entregue aos Tapafuros, que aí apresentam a peça “Estória da gaivota e do gato que a ensinou a voar

Neste ano, os Tapafuros estreiam Fim de Partida, uma peça de Samuel Beckett, encenado por Rui Mário. Apresentada no 10º Festival de Teatro Amador do Concelho de Sintra, onde foi galardoada com os seguintes prémios: Melhor Espetáculo Dramático, Melhor Encenação, Melhor Representação Coletiva, Melhor Música Original (Pedro Hilário), Melhor Desenho de Luz (Mário Trigo, Sérgio Santos), Melhor Cenografia e Melhor Figurino (Carlos Coxo, Sandra Canelas), Melhor Sonosplastia (Laura Scheidecker), Melhor Luminotécnia (José Miguel Antunes), Melhor Grafismo (Pedro Alves), Melhor Produção (Rui Mário, Laura Scheidecker, Marco Martin).

Dezembro

Decorre a Exposintra nas antigas instalações da Messa em Mem Martins.

9-O Teatrosfera apresenta “O erro humano” no Real de Massamá.

Durante o ano decorre em Sintra e no Chalé Biester a rodagem de cenas do filme “A Nona Porta” de Roman Polanski com Johnny Depp

2000
Janeiro

3- Depois de 16 anos, José Manuel Conceição passa o lugar na direcção dos Bombeiros Voluntários de Sintra a Manuel Terraquente.

O grupo de teatro Byfurcação apresenta no Mem Martins Sport Club a peça “2Mythos- o Diálogo“.

15- Duarte André presidente dos Bombeiros de Queluz

18- O pintor Ernesto Neves abre um espaço/atelier em Sintra

21- Constituída a empresa Sintrolândia para gerir o futuro Parque Temático, na Granja do Marquês ( que nunca chegou a ser construído)

21-Fernando Pereira presidente da Sociedade União Sintrense

É inaugurada uma nova ETAR nas instalações da Resiquímica, em Mem Martins.

A Câmara de Sintra e a empresa Stagecoach rescindem o contrato pelo qual a segunda explorava a linha do eléctrico de Sintra entre a Ribeira de Sintra e a Praia das Maçãs

É anunciada a pedonalização da Estefânea, com projecto do arquitecto Jesus Noivo, bem como que as obras do novo Parque Temático, em Campo raso, iriam ter início no fim do ano…

Fevereiro

O teatro virtual que estivera no Pavilhão do Japão na EXPO 98 é inaugurado no Parque da Liberdade.

1-Morre Sérgio Soares, presidente da Assembleia de Freguesia de Queluz e antigo presidente dessa Junta

4- Na Escola Secundária de Mem Martins, o Teatro Absurdo apresenta “A Birra do Morto”

7- Falece o poeta-cavador do Mucifal, José Fernandes Badajoz

13- É inaugurada a igreja de S. Bento de Massamá

14-É interdito o estacionamento de carros no largo fronteiro ao Palácio da Vila

24- O presidente da Junta de Freguesia de Queluz, Armando Santos, falece sob suspeitas de má assistência hospitalar, três semanas depois de ter sucedido a Sérgio Soares. Sucede-lhe Barbosa de Oliveira

Março

2-Decorre na sociedade “Os Aliados” o tradicional carnaval caracolinho

4- No Progresso Clube o grupo Aí a Dança! apresenta a obra “Sintonias”

Vai à cena na Casa de Teatro de Sintra “O Amor também passa pelo Estômago” de Pedro Estorninho

Decorre uma luta laboral entre os trabalhadores do sector da recolha de lixo e a CMS

17-O Chão de Oliva promove uma tertúlia para discutir o problema do urbanismo

19- Decorre o 17º Grande Prémio de Galamares, sendo vencedor Jonas Hagelin, de Pego Longo

21- O presidente Jorge Sampaio é agraciado com o emblema de 50 anos de sócio do Hockey Clube de Sintra

25-Decorre na SUS o Baile das Camélias

25-O grupo Byfurcação apresenta no Mem Martins Sport Clube a peça de António Júlio Valinho “Noite Branca

Abril

Falatório do Ruzante de Volta da Guerra, pelos Tapafurosencenado por Rui Mário, a partir de textos de Angelo Beolco e Erich Fried. Prémio de melhor Espetáculo Dramático no XI Festival de Teatro Amador do Concelho de Sintra, assim como o prémio de Melhor Luminotécnia.

1-Criado o Movimento Cívico em defesa do Parque Natural Sintra-Cascais

1-Inicia-se o XI Festival de Teatro Amador do Concelho de Sintra

2- Lançada a primeira pedra do Centro Paroquial e Social do Cacém 
7- Abre o SAP de Mem Martins

14- É lançado pelo 1º Ministro António Guterres o Programa Pólis do Cacém, prometendo-se o fim das obras para 2004 

17-A Assembleia Municipal de Sintra aprova a criação da HPEM

20- Decorre o 3º Grande Prémio M.R.Cortez em ciclismo

28- O secretário-geral do PCP, Álvaro Cunhal, participa numa sessão na Escola Secundária Ferreira Dias

30- Inaugurada a nova igreja de Anços

A Assembleia Municipal de Sintra aprova a criação da Polícia Municipal

Luís Martins vence o Prémio Círculo de Leitores com a obra “A visão de Túndalo em Eça de Queirós

Maio

4-Alunos da Escola Secundária de Mem Martins fecham a escola, reclamando a construção do polidesportivo

No Espaço 2M, em Mem Martins, o Tapafuros leva à cena “Falatório de Ruzante de volta da Guerra” (viria a ganhar o prémio de melhor espectáculo na classe drama do XI Festival de Teatro Amador)

11- Greve estudantil nas escolas de Sintra contra a revisão curricular

11- III Encontro de Educação de Sintra

17- É apresentado o Projecto SIS Sintra, visando regular o estacionamento e trânsito no centro de Sintra, protocolado em 7 milhões de escudos com a empresa FKC

O Sporting de Lourel sobe à III Divisão e o Hóckey Clube de Sintra desce para a 2ª

28- Inaugurada pelo 1º Ministro António Guterres a Porta da Estefânea

31-Celebra-se com a FPF a escritura para a construção da Casa das Selecções em Almargem do Bispo (nunca foi construída)

O Grupo Cénico do União Mucifalense apresenta “O Cravo Espanhol” com encenação de Fernando Louro

Junho

1-Decorre na Quinta do Mar, Almoçageme, o Sintranima

9-O 1º Ministro António Guterres anuncia a criação da empresa Monte da Lua para gestão da Pena e Monserrate, sendo presidente o biólogo Paulo Serras Lopes. A empresa fora criada em Conselho de Ministros de dia 1.

10-Abre em Sintra a livraria “Chá no Deserto“, gerida por Rui de Freitas, perto da estação

A União Mucifalense e “O Cravo Espanhol” ganham o prémio de melhor comédia no XI Festival de Teatro

A equipa feminina do Hóquei Clube de Sintra sagra-se campeã nacional de hóquei em patins

Luís Filipe Sarmento lança “A Vida Social dos Ocultistas

Lançado o livro “Estudos Históricos sobre Sintra” de Carlos Manique da Silva

Julho

Estreia Estória do Contador Eléctrico, um espectáculo de rua encenado por Rui Mário, a partir da Banda Desenhada homónimo do autor francês Fred. Apresentado no Largo Fronteiro ao Palácio Nacional de Sintra.

No tribunal de Sintra, recusa-se a extradição para Espanha do alegado membro da ETA Telletxea Maya

Adriano Filipe é reeleito presidente do Sport União Sintrense

21-Sintra gemina-se com a cidade de Havana, Cuba

22- Inauguração da exposição sobre Pisani Burnay na Quinta da Regaleira

23- Abre o Office Center, junto do AKI, na Abrunheira

Setembro

19-Um incêndio destrói a Creche Popular em Almocreve, Rio de Mouro

22- Celebra-se pela primeira vez em Sintra o Dia Europeu sem Carros

A festa da Nossa Senhora do Cabo decorre em Rio de Mouro, provinda de Montelavar

30- Inaugurado o novo mercado de Agualva

Sérgio Luís Carvalho lança o livro “El-Rei Pastor”

Outubro

18- O Sport União Sintrense recebe do ministro Armando Vara a medalha de mérito desportivo

25- Decorre nas instalações da antiga fábrica Messa, em Mem Martins, a 7ª Exposintra

26- O Utopia Teatro leva à cena no Palácio Valenças a peça “Singular Amor”

Formado o Sintra Estúdio de Ópera

A Casa de Teatro de Sintra apresenta a peça “Câmara Lenta”

Criada a Associação de Bodyboard e Surf da Costa de Sintra

Novembro

15-Abre o Retail Park

17-Decorre na Sociedade União 1º de Dezembro a Teatríada, promovida pela Casa das Cenas

Na Casa de Teatro de Sintra vai à cena “O Lobo das Orelhas Vermelhas

Um movimento cívico luta contra a existência de um estaleiro e vazadouro em Colaride

Dezembro

O grupo de teatro Tapafuros leva à cena no Espaço 2M em Mem Martins “O Pequeno Príncipe

20- O ministro do Ambiente, José Sócrates, inaugura no Cacém um relógio que irá marcar o tempo em falta até ao fim dos trabalhos do Pólis do Cacém

2001
Janeiro

5- Ramiro Ramos sucede a Duarte Caldeira nos Bombeiros de Agualva-Cacém

14-Eleições presidenciais. Em Sintra, onde estavam inscritos 245675 eleitores, votaram 48,2% tendo Jorge Sampaio obtido 59,12% e Ferreira do Amaral 28,46%, António Abreu 6,46%, Fernando Rosas 3,78% e Garcia Pereira 2,18%.

17- Adelino Silva presidente da Cooperativa Agrícola de Sintra

18-Na Casa de Saúde do Telhal Adel Hino apresenta o seu livro “Versos ditados do coração”

20- “Apagão” informático na CMS faz desaparecer informação técnica de inúmeros processos urbanísticos

5º Encontro Nacional de Fundações

27- O Teatroesfera abre um espaço em Queluz com a peça “O Sangue” de Camilo Castelo Branco

27-Exposição “Mãos que falam, mãos que criam” no Museu Regional de Sintra

29- Cimeira Luso-Espanhola reúne em Sintra (Penha Longa) os primeiros ministros Aznar e Guterres

31-“Dia do Futebol” inter-escolas do concelho de Sintra

Fevereiro

1-A Companhia de Teatro de Sintra apresenta “A Armadilha de Medusa” de Eric Satie, com encenação de João de Mello Alvim

Nasce a Associação de Idosos, Pensionistas e Reformados do Mucifal

6- António Guterres visita a Escola Leal da Câmara

10-No Progresso Clube, no Algueirão, o Ai a Dança! apresenta “Os 4 elementos e os 5 sentidos”

12-Semana do Romantismo, promovida pela Associação de Comerciantes de Sintra

17- A CMS reedita a obra de João Rodil “Sintra na obra de Eça de Queirós”

19-A Assembleia Municipal aprova o desdobramento de Agualva-Cacém em 4 freguesias

20-Jorge Trigo lança “Sintra- caminhos de ferro e crescimento urbano no concelho”

23- Carnaval Caracolino nos Aliados

24-Apresentado o Coro Infanto-Juvenil de Massamá

Março

5- Buzinão no IC 19 contra as condições de circulação nessa via

6-Uma árvore kaki, sobrevivente do massacre de Hiroshima, é plantada no Centro de Arte Moderna, em Sintra

10-O grupo de teatro “Pérola da Adraga” apresenta “A Maluquinha de Arroios” em Almoçageme, com encenação de Gil Matias

10-O grupo Byfurcação apresenta “A Última gravação de Krapp” de Samuel Beckett, com encenação de Carlos Ramos

10-No Espaço 2M os Valdevinos apresentam “Cinderela”

10- O grupo Focolitos apresenta-se no Espaço 2M, em Mem Martins

A Associação Olho Vivo promove uma acção em prol de um Parque Cultural e Natural em Colaride

24- Baile das Camélias, abrilhantado por António Calvário e os 6 Latinos

24- Semana de luta dos estudantes de Sintra contra a revisão curricular

Abril

5- Na Casa de Teatro de Sintra João de Mello Alvim encena “O Desassossego”, a partir de textos de Fernando Pessoa

9-Inaugurado o Centro Comunitário de Casal de Cambra

13-Os Tapafuros estreiam no Espaço 2M, em Mem Martins, “A Metamorfose“, a partir da obra de Kafka

20- Na Escola Secundária de Mem Martins, Eurico Leote encena “Olá Fernando”, de Jaime Salazar Sampaio, interpretado pelo Teatro Absurdo

19- A Assembleia da República eleva Agualva Cacem a cidade e desdobra a freguesia em 4: Agualva, Cacém, Mira Sintra e S. Marcos

20- José Manuel Cosme reeleito presidente do Hóquei Clube de Sintra

27-12º Edição do Festival de Teatro de Sintra

José Valentim Lourenço leva à cena em Fontanelas a revista “Gaivotas em Terra”

27-IX Mostra de Teatro das Escolas

José Lavrador presidente do Sporting de Vila Verde

Maio

7 a 9- Festa da Língua Portuguesa, durante a qual o presidente Jorge Sampaio entrega o Prémio Camões a Autran Dourado

17- O Hóquei de Sintra assegura o regresso à I Divisão

19-O grupo Cénico da União Mucifalense apresenta “O Tartufo“, de Moliére, com encenação de Fernando Louro

26-O Sintra Estúdio de Ópera estreia no Progresso Clube, do Algueirão, “O Ébrio Corrigido” de Gluck

26- Reunião da ANAFRE em Sintra

Ao longo do mês, ocorrem acções de protesto e buzinões contra a falta de solução de tráfego no IC-19

26-“Amor de Dom Perlimplim com Belisa em seu jardim“, vai à cena na Sociedade União Sintrense pelo grupo de teatro Que Cena Garrett

31- O PSD escolhe Fernando Seara como candidato à Câmara de Sintra 

Junho

7-João de Mello Alvim encena na Casa de Teatro de Sintra “A Menina Discreta de Fábrica Nova“, de José Daniel Rodrigues da Costa

9- No Império de Anços vai à cena a revista “Á Grande e á Portuguesa

Findo o 12º Festival de Teatro de Sintra, “O Tartufo“, da União Mucifalense, vence em comédia, e “A Metamorfose“, encenado pelos Tapafuros, em drama

Polémica em torno dos pavilhões destinados a bilheteira e apoio a visitantes colocados pela empresa Monte da Lua em Monserrate e nos Capuchos, suscitada pela associação Salvar Sintra

22-Reeditada a obra Estudos Sintrenses de Francisco Costa

23- O Utopia Teatro apresenta “O Pequeno Anjo de Rosto Mutilado” nos Recreios do Algueirão, com encenação de Nuno Vicente.

29- A Junta de Freguesia de Queluz instala-se na R. Conde Almeida Araújo.
29-O Bloco de Esquerda apresenta no Liberto’s Bar, na Vila, a sua primeira candidatura autárquica, sendo Luís Fazenda candidato à CM e João Silva à AM

Reabre ao público o Convento dos Capuchos

Publicados os Censos 2001, Sintra tem nesta altura 363556 habitantes, mais 100.000 que em 1991, quando apenas moravam 260951, mais 39% que nos 10 anos anteriores, tendo nesse período sido construídos mais 7584 novos edifícios, correspondendo a 52689 alojamentos e 57390 famílias.

Julho

3- Pelo DL 18C/2001 são criadas as freguesias de Agualva, Cacém, Mira Sintra e São Marcos

A peça “Os Patriotas”, de Miguel Real e Filomena Oliveira vai à cena na Quinta da Regaleira

Reabre a capela do Palácio de Queluz

O Teatrosfera apresenta no seu espaço “Kikapoo”, com encenação de Paula Sousa

6- Inaugurado o campus da Universidade Católica em S. Marcos pelo 1º Ministro Guterres

12- Agualva-Cacém elevada a cidade

Nas escadas do Paço de Sintra, os Tapafuros apresentam “Estórias de Anjos”

12-Os advogados de Sintra protestam contra a deslocação das instalações de parte do Tribunal para o Sintra Business Park

A fábrica da Samsung em Ranholas encerra, deixando cerca de 300 trabalhadores no desemprego

Exposição de Vitor Belém “Fadas e Elfos” no Museu Regional de Sintra

Criada a Associação de Proprietários das Quintas da Serra de Sintra

29- III Cortejo Evocativo Histórico de Belas

Setembro

2- Inaugurado o pavilhão polidesportivo de Cortegaça

8-XX Encontro Internacional de Folclore, em Rio de Mouro

8- Inaugurado o piso sintético no 1º de Dezembro

Francisco Rosa sucede a José Alberto Caetano nos Bombeiros de Almoçageme

Outubro

3-Realiza-se mais uma edição da Exposintra nas antigas instalações da Messa, em Mem Martins

5-Lançada a primeira pedra da sede da ARPIAC(Agualva-Cacém)

13- Inauguração do Centro Cultural Olga Cadaval

14- Edite Estrela apresenta a recandidatura à Câmara

16-Decorre no novo Centro Cultural Olga Cadaval o Encontro Internacional Vergílio Ferreira

19-Utentes do IC 19 inauguram um “monumento” ao caracol

20- Abre ao público a variante Abrunheira-Albarraque

20-No Mem Martins Sport Clube, o grupo Byfurcação apresenta a peça “Meia Noite”

José Henrique Nunes, da União Mucifalense, sagra-se campeão do mundo individual de pesca desportiva de mar.

O fadista Nuno da Câmara Pereira acusa a presidente da Câmara, Edite Estrela, de conivência em processos urbanísticos suspeitos

Novembro

9- VII Conferência Consumo e Cidadania no Olga Cadaval

10- Inaugurado o Complexo Desportivo Municipal de Fitares

No 2M, em Mem Martins, os Tapafuros apresentam “Bichos que falam

Na Casa de Teatro de Sintra, Alvim encena “O Príncipe” de Maquiavel

O Teatrosfera apresenta “Ninguém ficará imune“, de David Mamet

O Sport União Sintrense delibera mandar construir uma bancada coberta com 2000 lugares no seu estádio da Portela de Sintra

18-Inaugurada a sede do Núcleo Sportinguista de Almoçageme

19-Inaugurada a sede da Federação das Associações de Pais do concelho de Sintra, no Cacém

25-Inaugurado o Complexo de Apoio ao Idoso e Família do Centro de Bem-Estar Social de Queluz

30- 139 famílias ganham casa em Mira Sintra no âmbito do programa PER

30- Abre o novo mercado da Várzea de Sintra

Dezembro

2- Contra a construção de um parque de estacionamento na Volta do Duche, na Vila Velha, personalidades de várias tendências e partidos organizam uma marcha de protesto

3- Inauguradas as instalações da Polícia Municipal, na Portela, com 13 agentes

5- Apresentado o novo portal Internet da CMS Sintra Cidade Virtual

16- Eleições autárquicas, Fernando Seara eleito presidente da Câmara. Votaram 124943 eleitores (49,8%), tendo o PSD/CDS obtido 39,1% e 5 mandatos (Fernando Seara, Marco Almeida, Lino Ramos, Lacerda Tavares e Cardoso Martins) o PS 36,4% e 4 mandatos (Edite Estrela, Herculano Pombo, Maria José Leitão e Paiva Nunes) e o PCP 15,7% e 2 mandatos (Baptista Alves e Guadalupe Gonçalves).

Nas várias juntas são eleitos Filipe Santos PSD, em Rio de Mouro, Orlando Raposo, PSD, em Algueirão-Mem Martins, Pinto Vasques, PSD, em Santa Maria e S. Miguel, Adriano Filipe, PS, em S. Martinho, José Pedro Matias PSD, em Massamá, entre outros.

Share Button

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Scroll to Top