Debate sobre o 25 de Abril na E.S. Santa Maria, Sintra ADIADO

ADIADO PARA DATA A INDICAR

Quarenta anos depois do 25 de Abril, o que foi, o que ficou por fazer e o seu legado para o futuro num debate promovido pela Associação de Estudantes da Escola Secundária de Santa Maria, Sintra, e pela Alagamares-Associação Cultural.

Dia 13 de Maio, pelas 11h40m no Auditório daquele estabelecimento de ensino. Entrada Livre.

Oradores Convidados:

CORONEL RODRIGO SOUSA E CASTRO

550

Militar de carreira, integrou em 1973 a Comissão Coordenadora do Movimento dos Capitães, na clandestinidade.
Em Março de 1974, participou na elaboração do documento O Movimento das Forças Armadas e a Nação, bem como na organização e desencadeamento da operação militar de 25 de Abril. Aqui desempenhou a função de oficial-estafeta, cabendo-lhe o levantamento das forças militares a Norte, que viriam a constituir o Agrupamento November. A madrugada do dia 25 encontra-o já em Lisboa onde, depois de alguns sobressaltos, acaba por se dirigir ao Posto de Comando instalado na Pontinha. Aqui, assistirá à chegada do deposto Marcelo Caetano mas, sobretudo, pela significância do momento, à “tomada” do Posto de Comando por Spínola e a sua entourage.
Em  Março de 1975 foi nomeado para o Conselho da Revolução onde permaneceu até ao seu apagamento constitucional em 1982. Durante o Verão de 1975 integrou o Grupo dos Nove e em 25 Novembro de 1975, desempenhou funções no Posto de Comando instalado no Palácio de Belém, sob o comando directo do Presidente da República, General Costa Gomes.No Conselho da Revolução assumiu as funções de superintendente para a Extinção da PIDE/DGS e LP, de presidente dos Serviços de Apoio do Conselho da Revolução e de porta-voz até 1980,
Em 25 de Novembro de 2009 publicou Capitão de Abril, Capitão de Novembro, com a chancela da editora Guerra & Paz.

CORONEL BAPTISTA ALVES

IMG_4238_BAlves_c_TudosobreSintra

O Coronel José Manuel Costa Baptista Alves viveu o 25 de Abril em Angola, ligado ao MFA, tendo exercido funções nos governos provisórios ligado à habitação social.

Foi Vereador da CDU na Câmara de Sintra desde 1994, tendo sido Vogal do Conselho de Administração dos SMAS de Sintra (1994/1998), da Sanest (1995/1997) e dos SMAS de Loures (1998/2001).

Desde 2002 foi Presidente do Conselho de Administração dos SMAS de Sintra e da Agência Municipal de Energia de Sintra, Presidente da Assembleia Geral da Associação Portuguesa de Distribuição e Drenagem de Águas e vogal do conselho de Administração da fundação CULTURSINTRA. É membro fundador da Associação 25 de Abril e Vice Presidente do Conselho Português para a Paz e Cooperação.

Moderação por elementos das organizações promotoras

 

Share Button