Jovem sintrense em Conferência Europeia contra o Populismo

O populismo, o extremismo e o eurocepticismo estão a atacar a Europa, criando uma atmosfera tensa na qual o medo, o ódio, a fúria e a ansiedade convergem num clima de angustia europeia. Os partidos e movimentos populistas vão ganhando terreno. Porque acontece isso agora? E como estamos a lidar com o tema? A Conferência European Angst, que decorreu em Bruxelas a 6 e 7 de Dezembro, fez luz sobre estas questões, deixando a zona de conforto do consenso liberal, convidando pensadores controversos para um debate apaixonado, entre eles  Slavoj Zizek, Didier Eribon e a Prémio  Nobel Herta Müller, entre outros, além de 40 estudantes de vários países da Europa entre os quais o português David Ruah, tendo sido elaborado um manifesto no final do encontro, que foi entregue no Parlamento Europeu, nomeadamente ao deputado Jo Leinen, que é também Presidente do Movimento Europeu Internacional.

David Ruah foi seleccionado entre 700 participantes e foi o único a ir de Portugal, tendo sido entrevistado pelo Deutsche Welle. É estudante de Filosofia na Faculdade de Letras de Lisboa  e activista de Direitos Humanos, tendo começado a colaborar com a Amnistia Internacional aos 16 anos, e estando envolvido na promoção local da educação para os direitos humanos junto das escolas. Recentemente, teve a possibilidade de apresentar um projecto seu nas Nações Unidas. Mora em Sintra e foi aluno da Escola Secundária de Santa Maria.

A Alagamares saúda o evento, bem como o David Ruah, subscrevendo a necessidade de mobilização para as causas que combatem este flagelo da sociedade contemporânea.

MANIFESTO European Angst

Report „European Angst“ (DE)

Programme of the conference
plakat-slider_737x320
European Angst press kit

European Angst foi uma iniciativa do Goethe-Institut Brussels em colaboração com o Czech Centre, a Alliance Française de Bruxelas, o Instituto Cultural Italiano e o Instituto Polaco de Bruxelas, e foi apoiado pelo European Movement International, a Fundação Evens  e a embaixada da França na Bélgica Mediapartner: EU Observer

Share Button